MINAS JÁ TEVE 10 SURTOS DE SÍNDROME GRIPAL EM 2017

0
888

A mistura do tempo frio com baixa umidade do ar eleva o risco de doenças respiratórias. Em Minas Gerais até 21 de julho, foram registrados 201 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causados pelo vírus Influenza. Do total, 30 pessoas morreram por causa de complicações. Mesmo com dados abaixo do que 2016, há a preocupação das autoridades de saúde, pois têm registrado temperaturas mais baixas que nos últimos anos. Já foram registrados 10 surtos de síndrome gripal, sendo um em Belo Horizonte.

Gripe já matou 19 pessoas em Minas Gerais em 2017
O balanço da Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgado nesta segunda-feira mostra que foram registrados 1.922 casos de SRAG neste ano. Amostras de 60,8% dos pacientes foram coletadas e identificado que 17% foi infectado pelo vírus Influenza e 9,2% com outros vírus respiratórios. Dos casos de Influenza, a maioria é associada ao tipo A, o que corresponde a 91,5%, sendo o subtipo A/H3, atingiu 88,5%.

O maior número de casos registrados de Influenza em Minas aconteceu em Belo Horizonte e em Uberlândia, na Região do Triângulo Mineiro. Porém, 60 cidades apresentaram casos. Os pacientes têm idade entre 0 a 107 anos, mas a média são em pessoas com 61 anos.

Em relação as mortes, foram 177 mortes por SRAG, sendo 30 por Influenza. Destes, 25 pelo tipo A e 5 do tipo B. Não foi registrado óbito por H1N1. No ano passado, 291 pessoas morreram com o vírus. A SES registrou 10 surtos de Síndrome Gripal. A maioria deles, três no total, aconteceu em Monte Santo de Minas, na Região Sul. BH, Bertópolis, Bueno Brandão, Ipatinga, Itajubá, Ladainha, e Teófilo Otoni, tiveram um cada.

Para evitar danos à saúde com o tempo frio e com baixa umidade, alguns cuidados devem ser tomados. Como não ficar muito tempo no banho, sob água muito quente, para não desidratar a pele. Pessoas com pele muito ressecada devem fazer uso de hidratante, realizar atividades físicas com agasalhos e nos horários até as 10h e a partir das 16h, além de não deixar de ingerir líquidos.

Outro alerta é em relação a ambientes fechados, que devem ser evitados, assim como locais com aglomeração de pessoas. Também é recomendado manter janelas abertas para ventilação para evitar a propagação de doenças típicas desta época do ano.

Fonte: Estado de Minas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here