Jovem é assassinada pelo ex-namorado em Lafaiete

0
3750

Na data de 27 de novembro de 2017, por volta das 10:00hs, Policiais Militares, empenhados via COPOM compareceram à Rua São Jorge onde em contato com o genitor da vítima (mulher, 19 anos) este informou que recebeu uma ligação de sua ex-esposa alegando que sua filha não estaria atendendo suas ligações e que segundo ela  a filha estaria em um apartamento emprestado por uma amiga.

O genitor da vítima deslocou até o endereço mencionado onde encontrou o local  destrancado e ao adentrar a residência  deparou com o corpo de sua filha caído ao lado da cama em decúbito frontal e não respondendo aos seus chamados.

Os Policiais Militares, ao chegarem ao local depararam com o fato, conforme havia sido descrito pelo genitor da vítima e acionaram a Perícia Técnica que compareceu ao local e realizou os serviços de praxe liberando, posteriormente, o corpo para a Funerária.

Em contato com a genitora da vítima esta relatou que compareceu ao local durante os trabalhos da perícia e que sua filha havia terminado um relacionamento há  pouco tempo e que seu ex-namorado (autor, homem, 22 anos) a estaria ameaçando de morte exibindo fotos de uma arma de fogo, fato este do qual  a filha havia registrado ocorrência.

De posse de tais informações os Policiais Militares deslocaram até a residência do suposto autor onde foram recebidos pelo genitor do suspeito tendo ele relatado que estaria preocupado com o filho pois o mesmo não estava atendendo suas ligações. O genitor do suspeito  franqueou  a entrada de sua residência sendo deste modo constatado pelos Militares que o suspeito não encontra-se no local.

Quando os Militares já estavam de saída surgiu uma moça, alegando ser  amiga dos jovens (vítima e suspeito) que relatou que ambos estavam se encontrando às escondidas e que conversara com o ex-namorado de sua amiga e ele havia marcado um encontro com a vítima não informando o local, para buscar um notebook.

A jovem informou um possível lugar onde  poderia estar o suspeito e levou os militares até o endereço na Rua da Paciência numa casa verde. A casa se encontrava aberta e a jovem adentrou o local pois este seria de propriedade de um conhecido seu.

Ao entrar na residência  deparou com o suspeito e logo chamou os Militares que, devido ao estado de flagrância, adentraram o local fazendo a abordagem ao suspeito. Nesse momento ao ser questionado sobre o homicídio o suspeito confessou que após um desentendimento com a vítima devido ao fato de ele não aceitar o fim do relacionamento e de que ela se relacionasse com outra pessoa, estrangulou a vítima na tarde do dia 26/11/17 indo trabalhar posteriormente para que ninguém desconfiasse do acontecido, após o serviço, se escondeu no bairro Gagé na casa de um conhecido.

Diante do exposto, foi dada voz de prisão em flagrante pelo crime de homicídio consumado ao autor sendo conduzido à Policlínica Municipal para confecção de Auto de Corpo de Delito e posteriormente à Delegacia de Polícia Civil para as providências cabíveis.

Foi apreendido o celular que se encontrava com o autor contendo várias ligações perdidas. A ação policial a partir da Policlínica Municipal, foi acompanhada pelo pai do autor e a referida arma não fora encontrada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here