Tragédia em Cristiano Otoni: temporal provoca enchentes no Rio Paraopeba e deixa dezenas de famílias desalojadas; cidade faz campanha para doações de roupas, colchões e alimentos

0
2296

Um temporal de grandes proporções de pouco menos de 2 horas, ocorrido no início da noite de sexta, dia 16, foi o suficiente para transbordar o rio Paraopeba que atravessa a cidade de Cristiano Otoni. As enchentes atingiram dezenas de casas, construídas às margens do rio, deixando inúmeras famílias desalojadas, esta que pode ser considerada uma das maiores tragédias que atingiram a cidade os últimos 50 anos.

Os prejuízos materiais são incomensuráveis. As fortes correntezas invadiram as casas e muitas famílias perderam todos os seus pertences. O Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar e a Defesa Civil estão em Cristiano Otoni amparando os desalojados e atuando a prevenção em locais de riscos.

As famílias atingidas pelo temporal foram levadas o Centro de Referência de Assistência Social (CRSS), igreja e escolas. Nossa reportagem conversou com o prefeito José Èlcio, que desde as primeiras horas da tragédia, ajudou a limpar casas e levar as pessoas para os abrigos improvisados. A prefeitura ainda não contabilizou as famílias atingidas já que neste momento o objetivo é amparar e abrigar os desalojados.

“As pessoas estão ajudando com colchões e é um momento triste para nossa cidade. Os cidadãos estão ajudando as pessoas desabrigadas. Eu mesmo fui ajudar a limpar as casas e socorrer as famílias. Criamos uma força tarefa para amparar as pessoas”, afirmou a nossa reportagem o prefeito assegurando que as famílias receberam o apoio integral da administração.

As informações são de que o rio Paraopeba já abaixou e a situação voltou ao normal, mas a cidade agora se une para recuperar os prejuízos.

Mobilização

Nestas horas surgem a solidariedade e campanhas já mobilizam a região e ganham as redes sociais pedindo doações de colchões, material de limpeza e alimentos. Os produtos podem ser entregues nos CRAS de Cristiano Otoni.

Segundo o prefeito José Èlcio hoje os funcionários do CRAS e da Assistência Social vão trabalhar para entrega de materiais de limpeza e o levantamento da real situação. “Queremos pedir o apoio da região e de todos os órgãos públicos que puderem ajudar estas famílias sejam amparadas e retomem as suas rotinas diárias.Mas no momento está sob controle apesar do drama que a cidade vive”, finalizou o prefeito.

Enchentes das goiabas

A Defesa Civil de Minas Gerais emitiu ontem um avisto metereológico em que alerta que as chuvas intensificarão ainda até do dia 19, data popularmente conhecida pelo grande volume de águas, a chamada “enchentes das goiabas”.

A previsão para as regiões centrais, Alto Paraopeba, Zona da Mata e Campo das Vertentes é de uma atuação de áreas de instabilidade e passagem de uma frente fria a partir desta sexta feira, dia 16, que deixará o tempo instável com pancadas de chuvas a qualquer hora do dia que podem ser localmente fortes e acompanhadas com rajadas de ventos e raios.

A previsão é de acumulados pluviométricos significativos eu podem superar a 100 mm. Para se medir a dimensão das chuvas que podem cair em Lafaiete, na quinta feira da semana passada, dia 8, quando as chuvas provocaram alagamentos, transformando o centro em um rio, caiu sob a cidade 50 mm.

Fonte: Correiodeminas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here